#93

Boletim #93 (24 de setembro de 2021)

Nas eleições do próximo domingo joga-se o futuro de Coimbra


Desenvolvimento ou decadência

Nas eleições do próximo domingo joga-se o futuro de Coimbra


O extraordinário potencial do concelho permite ter esperança, com realismo, num futuro de prosperidade, se a equipa muito competente proposta pela mega coligação Juntos Somos Coimbra puder aplicar o programa que apresenta às eleições. Coimbra pode ser um polo de Cultura e Desenvolvimento de relevância nacional e internacional, com empregos para os seus filhos e para quem quiser instalar-se no concelho.

Mas temos de travar de imediato a trajetória de decadência em que o Partido Socialista colocou Coimbra, em que tudo se atrasa, em que os jovens se vêm obrigados a ir embora por falta de oportunidades, em que os investidores fogem de uma gestão do século passado. É urgente, pois o mundo não espera por nós, e estamos cada vez mais atrasados.

Por isso, no domingo, entre as 8 e as 20 horas, todos temos de ir votar no Juntos Somos Coimbra, e levar familiares, amigos e conhecidos para fazer o mesmo. Votar em qualquer outra candidatura é perpetuar o Dr. Manuel Machado, pois dividir os votos da oposição é a melhor forma de manter o Partido Socialista no poder e Coimbra continuar a definhar.

Tenhamos a coragem de querer um futuro melhor para Coimbra.


Cartoon da autoria do Movimento Humor


Coimbra, polo de cultura e desenvolvimento: Destaques do programa político da coligação Juntos Somos Coimbra - parte IV Vamos tornar Coimbra um grande local para os jovens poderem expandir a sua energia e criatividade e concretizar as suas ideias, com sólidas oportunidades de emprego e condições propícias para construir um futuro de tod@s, em que a educação seja de grande qualidade e esteja ao alcance de tod@s. Um concelho onde a atividade física seja realidade quotidiana de tod@s e o Alto Rendimento tenha grandes condições para prosperar. Vamos consolidar e desenvolver a condição de Coimbra como um polo individual e coletivo de saúde e bem-estar, entendidos de forma holística, de dimensão nacional e internacional. Através da integração de esforços sustentados em todos os setores da sociedade e em todas as políticas camarárias, vamos promover a saúde e a equidade em saúde, em conjunto com os agentes locais e o/as munícipes, proporcionando recursos de qualidade através da melhoria contínua das condições do ambiente social, económico, físico e construído e da criação de oportunidades para que todo/as nasçam, cresçam e envelheçam em ambientes que promovam a saúde física e mental, individual e coletiva, de modo a poderem atingir o seu potencial máximo de saúde e bem-estar. Vamos caminhar em direção a uma Coimbra inclusiva, cuidadora e protetora, que ajuda os munícipes com necessidades a encontrar um rumo de autonomia, que dispõe de oferta habitacional ao alcance de todos e de todas, onde as oportunidades não se regateiam, os caminhos sejam de segurança e realização, e as pessoas construam um sentimento de pertença e de vida plena.

Ver o programa na íntegra aqui.


Reposicionamento e instalação de novas paragens em Almalaguês “em nada melhoram condições iniciais”

Na última Reunião de Câmara foi apresentada a proposta de reposicionamento e instalação de novas paragens dos SMTUC em Almalaguês.

Tal como o Somos Coimbra alertou algumas destas paragens não garantem as condições mínimas de espera, já que não dispõem de passeio para proteção dos peões, nem abrigo. Em síntese, as localizações iniciais eram miseráveis, sem salvaguardarem as devidas condições de espera. No entanto, as propostas de reposicionamento apresentadas pela CMC na Reunião de 6 de setembro em nada alteram ou melhoram as condições iniciais das paragens.

Ler intervenção na íntegra aqui.


Alteração de percurso da linha 41 "feita de forma cega, sem qualquer noção do que se perde ou ganha" Também na última Reunião de Câmara foi apresentada a proposta de alteração de percurso da linha n.º 41 (Santa Clara - Vale das Flores).

O Somos Coimbra relembrou que continua a aguardar o relatório de monitorização da alteração do trajeto desta linha para servir a rotunda das Lajes, aprovada em 22/1/2018. Relativamente à proposta apresentada, o Movimento defende a aproximação às populações das linhas e das paragens. Contudo, e mais uma vez, a alteração proposta é feita de forma cega, sem qualquer noção do que se perde ou ganha. Assim, todos perdemos.

Ler intervenção na íntegra aqui.


Últimas atividades da Coligação Juntos Somos Coimbra José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra no percurso da Linha Roxa da ECOVIA José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em diálogo com os trabalhadores dos SMTUC José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em diálogo com o Teatrão José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em diálogo com os comerciantes da Alta José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em visita ao Mercado Municipal José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em visita à Feira Norton de Matos José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em Reunião com as Associações da UF de Assafarge e Antanhol José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em diálogo com associações de Antanhol José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em visita à Feira de São João do Campo José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em diálogo com a CCDR-C José Manuel Silva e a coligação Juntos Somos Coimbra em visita às obras da Calçada da Rainha Santa Isabel Juventude da coligação apresenta videojogo “Fly Away Machado” Percurso “Coimbra das Mulheres”

Posts recentes

Ver tudo

#92

Boletim #92 (17 de setembro de 2021) Recusado atentado urbanístico na Quinta de Voimarães/Avenida Bissaya Barreto Recusado atentado urbanístico na Quinta de Voimarães/Avenida Bissaya Barreto porque um