PME Líder e PME Excelência

PME Líder e PME Excelência: Coimbra estagnou muito longe do pódio

 

Em 2008 surgiu, pela mão do IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, o conceito de PME Líder, atribuído a 2.996 empresas, cuja faturação global foi superior a 18 mil milhões de euros. Coimbra não surge nos lugares cimeiros. A maioria das empresas localizava-se no distrito do Porto (18%), seguindo-se os de Lisboa (17%), Aveiro (13%), Braga (10%) e Leiria (10%). Um ano depois, em 2009, o IAPMEI lança o estatuto PME Excelência, atribuído anualmente a um conjunto de empresas selecionadas de entre as melhores PME Líder de cada edição. E, mais uma vez, Coimbra não merece destaque. Os distritos de Porto e Lisboa estavam igualmente representados (18% cada um), seguindo-se os de Aveiro (14%), Leiria (9%) e Braga (7%).

Mais de uma década depois será que Coimbra recuperou a posição, no imaginário de muitos, de que é a terceira cidade do país, atrás de Lisboa e do Porto? O Somos Coimbra entende que uma boa forma de determinar a real posição de Coimbra é ver qual o seu posicionamento no panorama nacional, usando como indicador o número de PME Líder e de PME Excelência com sede em cada concelho.

O Somos Coimbra analisou os dados dos últimos cinco anos (de 2015 a 2019) em relação ao concelho de Coimbra, em ambas as variáveis (PME Líder e PME Excelência). Conclui-se que, apesar de algumas oscilações a nível absoluto no número de empresas e na posição relativa, o concelho está em plena estagnação e longe dos lugares cimeiros. A imagem de que Coimbra é a terceira grande cidade está completamente datada. É ultrapassada por concelhos como Leiria, Sintra, Braga, Vila Nova de Gaia, Barcelos, Guimarães, Maia, Vila Nova de Famalicão, Santa Maria da Feira, Loures, Cascais, Matosinhos ou Funchal (como denotam os últimos indicadores PME Líder 2019).

Com mais de 25 anos da atual governação socialista, Coimbra tem oscilado entre as posições 13ª e 26ª, quer em PME Líder quer em PME Excelência, o que revela a sua falta de atratividade. É notório que há imensos anos que não se regista qualquer investimento produtivo relevante vindo de fora do concelho.

Esta situação deve muito ao desinteresse da Câmara Municipal em relação ao desenvolvimento económico do concelho, bem patente na manutenção, durante quatro anos, de uma administração no iParque apenas em gestão corrente. O que associamos a Coimbra a nível de inovação centra-se, sobretudo, nos universos da Universidade de Coimbra e do Instituto Pedro Nunes, tantas vezes motivo de destaque neste âmbito, a nível nacional e internacional, universos onde a Câmara não tem qualquer papel relevante.

Algo de muito fundamental terá de mudar para que Coimbra saia da posição secundária em que se encontra.

O estudo pode ser consultado na íntegra abaixo:

Maio de 2020

O Somos Coimbra entende que uma boa forma de determinar a real posição de Coimbra é ver qual o seu posicionamento no panorama nacional, usando como indicador o número de PME Líder e de PME Excelência com sede em cada concelho.

O Somos Coimbra analisou os dados dos últimos cinco anos (de 2015 a 2019) em relação ao concelho de Coimbra, em ambas as variáveis (PME Líder e PME Excelência). Conclui-se que, apesar de algumas oscilações a nível absoluto no número de empresas e na posição relativa, o concelho está em plena estagnação e longe dos lugares cimeiros. A imagem de que Coimbra é a terceira grande cidade está completamente datada. É ultrapassada por concelhos como Leiria, Sintra, Braga, Vila Nova de Gaia, Barcelos, Guimarães, Maia, Vila Nova de Famalicão, Santa Maria da Feira, Loures, Cascais, Matosinhos ou Funchal (como denotam os últimos indicadores PME Líder 2019).

Com mais de 25 anos da atual governação socialista, Coimbra tem oscilado entre as posições 13ª e 26ª, quer em PME Líder quer em PME Excelência, o que revela a sua falta de atratividade. É notório que há imensos anos que não se regista qualquer investimento produtivo relevante vindo de fora do concelho.

 

Em 2019, o concelho de Coimbra surge na 16ª posição da tabela, totalizando 113 empresas PME Líder. Concelhos como Leiria, Braga, Vila Nova de Gaia, Barcelos ou Guimarães surgem em posições muito superiores a Coimbra, tal como acontecia em 2018. 

Relativamente, ao indicador PME Excelência, o concelho de Coimbra surge, em 2019, na 13ª posição, com 35 empresas, novamente atrás de concelhos como Barcelos e Santa Maria da Feira. O ano passado, apesar de ocupar a 16ª posição da tabela, o concelho de Coimbra apresentava 36 empresas PME Excelência, o que denota que este ano perdeu uma empresa PME Excelência. 


 

Ver estudo com os dados de 2018 aqui