COVID-19: SC sugere programa de testagem regular e voluntário dos trabalhadores municipais


2ª parte da Intervenção do vereador José Manuel Silva Reunião na Reunião de Câmara de 25 de janeiro de 2021


A propósito da pandemia COVID-19, não podemos deixar de criticar a ausência de um programa de prevenção adequada da doença entre os trabalhadores dos serviços da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) que são prioritários para o concelho, sem desprimor para nenhum, que todos são fundamentais. Falamos de serviços como os das Águas de Coimbra, dos SMTUC, do saneamento e dos bombeiros Sapadores, por exemplo.


As notícias que vieram a lume sobre estes últimos são particularmente perturbadoras, com ausência de testagem regular e de isolamentos profiláticos. Nem tudo pode ser entregue ao mau funcionamento da Linha SNS24 e ao atraso dos resultados dos exames, que, em muitos casos, são responsáveis pelo descontrolo de surtos epidémicos.


Mais uma vez nos dirigimos diretamente a estes trabalhadores e a todos os funcionários da CMC. Se tivesse alguma responsabilidade na gestão da Câmara, em respeito pelos trabalhadores e pela Saúde Pública, o movimento Somos Coimbra teria implementado um programa de testagem regular e voluntário dos trabalhadores dos serviços prioritários e de todos os funcionários mais expostos ao risco de contágio.


Assim como organizaria estas reuniões da Câmara à distância. Continuarmos a fazer reuniões presenciais, nesta fase, sem necessidade, é inadjetivável. Esperemos que, em outubro de 2021, o progresso e o humanismo também cheguem a esta casa.


Ler primeira parte da intervenção do vereador José Manuel Silva aqui.

Ler terceira parte da intervenção do vereador José Manuel Silva aqui.