A opacidade dos SMTUC: O Conselho de Administração protesta, mas não quer auditoria externa



O movimento Somos Coimbra soube da retirada de aparelhos da STRA dos autocarros dos SMTUC em pleno processo de investigação criminal e colocou essa pergunta na reunião da Câmara de 8 de março de 2021, onde estão dois elementos do Conselho de Administração (CA) dos SMTUC, um do PS e outro do PCP, e não obteve nenhuma resposta, nenhum esclarecimento, numa inaceitável e deliberada falta de transparência.


Face à evidência de uma gestão danosa e sem ética dos SMTUC, o movimento Somos Coimbra exigiu, em plena reunião da Câmara e em comunicado, que fosse feita uma auditoria externa aos SMTUC, para apurar esta e muitas outras situações inequivocamente duvidosas na gestão dos SMTUC, sempre com múltiplos autocarros avariados e falhando horários, deixando utentes em terra e não servindo outros de todo, mesmo com um prejuízo anual de 9 milhões de euros por ano.


Numa atitude construtiva e de cumprimento da sua função de escrutínio democrático, o movimento Somos Coimbra solicitou um relatório com a análise dos custos/benefícios do sistema de manutenção preventiva, mas foi recusada a disponibilização de qualquer relatório por parte da coligação PS-PCP.


A todos estes apelos e demonstrando uma muito má consciência, o CA dos SMTUC e a coligação PS-PCP que governa a Câmara responderam com um pouco democrático e comprometido silêncio.


Em defesa dos SMTUC e de um serviço de qualidade aos conimbricenses, na ausência de respostas da coligação PS-PCP, estranhando fundamentadamente todas as coincidências, o movimento Somos Coimbra cumpriu a sua obrigação. Comunicou a retirada dos aparelhos ao Ministério Público e deu disso nota pública.


Curiosamente, o CA dos SMTUC responde agora com um comunicado de vitimização, ao estilo de Calimero, glorificando uma gestão protagonizada por quem foi obrigado a renunciar pelas razões que são públicas. Mas revelou-se incapaz de dar provas do que alega, não fazendo acompanhar o comunicado da necessária informação e documentação, contratos, cadernos de encargos e relatórios, e continua a não permitir a realização de uma auditoria externa independente, confirmando uma pesada opacidade.


O movimento Somos Coimbra aguarda serenamente a continuação do trabalho do Ministério Público.


Em defesa do interesse público e dos SMTUC, o movimento Somos Coimbra promoverá a realização de uma auditoria externa aos SMTUC, se ganhar as próximas eleições autárquicas. Os munícipes têm direito a saber o que se passa nos SMTUC, com a transparência, idoneidade e proficiência que o atual CA dos SMTUC já demonstrou não ter. Os munícipes têm direito a uns SMTUC que os sirva melhor e sem permanentes falhas e atrasos.


Somos Coimbra

10 de março de 2021

SIGA-NOS

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • YouTube - círculo cinza

© 2019  Movimento Somos Coimbra