553 famílias em espera de uma resposta da Habitação Social da CMC


Cartoon da autoria do Movimento Humor


Intervenção do Somos Coimbra na Reunião de Câmara de 12 de outubro de 2020


A família com 3 filhos menores, em emergência social e iminência de despejo, que aqui reportei (em anterior reunião da CMC), foi entretanto objeto de alguma caridadezinha, que mitiga mas não resolve a questão de fundo.


Na verdade, continua sem uma resposta efetiva da Câmara, que lava as mãos como Pilatos perante a miséria e o sofrimento dos outros. Os senhores não são comunistas nem socialistas, com todo o respeito, são outra coisa qualquer.


Fazem uma festa, com muitas fotografias e notícias nos jornais porque entregam 16 casas, mas não fazem fotografias nem fazem notícia nos jornais com as 553 famílias em dificuldades, algumas extremamente graves e emergentes, que aguardam por uma resposta da habitação social da Câmara (185 T1 + 201 T2 + 77 T3 + 22 T4).


Quero dizer-lhe, senhor vereador Francisco Queirós, que fiquei chocado com a frieza e insensibilidade das suas declarações na última reunião da Câmara, que estão plasmadas na acta. Referente a esta família, diz que está a ser acompanhada; oh sr. vereador, acompanhada com quê, só se for com binóculos! Esta família, como outras, precisa de uma resposta emergente, não tem absolutamente nenhumas condições para continuar a pagar uma renda de 400 euros/mês por um quase pardieiro, o que é que o sr. vereador não percebe? Estas crianças estão a ficar negativamente marcadas para a vida, também não percebe? Avaliar famílias “de acordo com regras e procedimentos”, como galhardamente afirma, não resolve o problema das pessoas, percebe, ou não percebe? Estas famílias precisam de soluções imediatas e essa é a sua obrigação como vereador com pelouro desta Câmara. Faça alguma coisa, que as hipóteses de resolução são várias.


Se a Câmara não tem dinheiro para resolver o problema de algumas famílias desesperadas, que há muito deviam estar resolvidos, venda o Audi A8, Sr. Presidente, e resolva-os! Como é que o senhor consegue andar de A8 enquanto há famílias na miséria, que a Câmara tinha a obrigação de apoiar e, indecorosamente, não o faz?


- É urgente resolver as situações de emergência social do concelho de Coimbra, que se agravaram com a pandemia COVID-19.

SIGA-NOS

  • Facebook Clean Grey
  • Instagram Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • YouTube - círculo cinza

© 2019  Movimento Somos Coimbra