Obras no Túnel do Choupal afetam mais de 10 linhas dos SMTUC

A recente obra do município designada de “INTERFACE INTERMODAL COIMBRA NORTE - 1ª FASE", que liga os parques de estacionamento da Avenida Fernão de Magalhães com o parque de estacionamento localizado junto à Rua Padre Estevão Cabral, nas traseiras do terminal rodoviário, e que envolveu a alteração do túnel existente sob a linha de caminho-de-ferro (ligação entre as estações de Coimbra A e Coimbra B), agora denominado de Túnel do Choupal, afetou o trajeto de mais de dez linhas de autocarros dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), apurou o Movimento Somos Coimbra.


Anteriormente as linhas circulavam junto à linha férrea, no sentido Estação Velha – Avenida Fernão de Magalhães, tendo uma paragem na rua de saída do parque de estacionamento junto ao Túnel do Choupal, o que lhes permitia evitar o atravessamento do congestionado nó da Casa do Sal. No entanto, nas referidas obras não foi respeitado o raio mínimo de viragem, pelo que os autocarros agora já não conseguem virar à esquerda para entrar na Avenida Fernão Magalhães. Desta forma vêm-se obrigados a entrar nas filas dos semáforos da Casa do Sal, que ficam assim ainda mais congestionadas, e provocam ainda mais atrasos na circulação dos autocarros. Estas linhas provêm da parte Norte da cidade e do concelho que assim fica ainda com pior serviço do que o que já tinha antes.


O trânsito sai também prejudicado porque os autocarros, que paravam num local que não afetava a circulação na Avenida Fernão de Magalhães, agora param nessa via, aumentando ainda mais o já forte congestionamento do local.


O Movimento Somos Coimbra lamenta esta consequência, que afeta quer os motoristas dos SMTUC, quer os utilizadores dos transportes urbanos, bem como o trânsito automóvel, resultante da falta de cumprimento de parâmetros básicos de projeto.



Imagem do Google Maps com a antiga paragem



Rua da saída do parque de estacionamento já sem qualquer paragem