Ampliação do Penedo da Saudade: SC sugere que anteprojeto seja submetido à participação pública

Posição do Somos Coimbra sobre o Anteprojeto da Ampliação do Jardim do Penedo da Saudade, apresentado na Reunião de Câmara de 6 de setembro de 2021




O projeto de execução submetido a aprovação está em linha com as soluções aprovadas em fase de estudo prévio e anteprojeto, aprovados nas reuniões de 26 de abril e de 28 de junho.


Só podemos lamentar que as limitações apontadas anteriormente e atempadamente pelo Somos Coimbra tenham sido totalmente ignoradas, persistindo, por isso, na solução final.


Sem por em causa a relevância de ligar, por circuitos pedonais, a zona do Penedo da Saudade à Rua Infanta D. Maria, não deixa de ser preocupante que o ordenamento final, à base de passadiços em madeira, integrando um conjunto de vãos em escadaria, exclua deste espaço o acesso a pessoas de mobilidade reduzida, em clara violação pelo estabelecido pelo Dec-Lei 163/06 de 8 de agosto.


O Somos Coimbra insiste na necessidade de ser pensada, desde já, de forma integrada e faseada, a reserva de espaços para a inclusão de meios mecânicos no ordenamento final, com acesso aos diferentes patamares do espaço verde, tornando-o assim acessível a todos. Complementarmente, esse meio poderá ainda servir de apoio ao uso da bicicleta e do transporte público, facilitando o acesso e a intermobilidade entre a cota baixa e a cota alta da cidade.

Finalmente, e dada a relevância deste projeto para a cidade, insistimos na necessidade do mesmo ser disponibilizado no site oficial da CMC e submetido a participação pública, de forma a poder receber contributos e ideia de todos os interessados, tornando-o um projeto mais acolhedor e ajustado às necessidades da população.