Coimbra polo de cultura e desenvolvimento

Discurso de José Manuel Silva, na apresentação do Programa Político da coligação Juntos Somos Coimbra, no dia 24 de agosto de 2021



Bom dia e obrigado a todos e a todas pela vossa presença em mais este momento marcante da candidatura da coligação Juntos Somos Coimbra às autarquias do concelho de Coimbra, em particular aos jornalistas aqui presentes e meios de comunicação social que nos honram com a sua presença.


Quero saudar os cinco primeiros membros da lista à Câmara de Coimbra que aqui me acompanham, que queremos eleger e que me irão acompanhar nos próximos quatro anos na governação da Câmara de Coimbra, sem esquecer todos os elementos que constituem as nossas listas. Somos uma equipa extraordinária, competente, capaz e unida.


Conforme tínhamos anteriormente anunciado, num verdadeiro SOS Coimbra, divulgamos hoje as 112 medidas que consideramos urgentes para repor Coimbra num ciclo de prosperidade e desenvolvimento sustentável, para recolocar Coimbra no lugar que merece.

Antes disso, porém, e em primeiríssimo lugar, queríamos manifestar o nosso regozijo pela decisão do Tribunal Judicial da Comarca de Coimbra que considerou válido o facto do nosso candidato à presidência da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) pela coligação Juntos Somos Coimbra, ser formalmente indicado pelos sete partidos que compõem a coligação.


Esta inédita decisão representa uma clara inovação no sistema político democrático português, pois é a primeira vez que tal ocorre, e acrescenta mais um passo, com enorme significado, no caminho da afirmação da multivalência da coligação Juntos Somos Coimbra.


Queremos sublinhar o facto de estarmos a inovar, a fazer história, a enriquecer a democracia portuguesa e a colocar Coimbra na vanguarda política nacional.

Mostrámos que afinal era possível o que alguns diziam que era impossível. É exatamente este o espírito que queremos transportar para a Câmara de Coimbra, a capacidade, a inteligência, o empenho, o trabalho e a criatividade para, em Coimbra, tornar possível o impossível. Connosco, ninguém irá parar Coimbra.


Em segundo lugar, queremos salientar que somos a única candidatura a apresentar oito mulheres candidatas em primeiro lugar nas nossas listas, sete a presidentes de Junta e uma como candidata a presidente da mesa da Assembleia Municipal de Coimbra. Também aqui fazemos a diferença. A defesa da paridade de género e do papel essencial e diferenciador das mulheres na política são, para nós, matérias de prática, de convicção e de respeito, não de meras e vazias palavras ou simples cumprimento da lei. É na coligação Juntos Somos Coimbra que as mulheres podem encontrar a sua maior representatividade.


Em terceiro lugar, somos a primeira candidatura a apresentar o seu programa às eleições do próximo dia 26 de setembro, mais de um mês antes do dia das eleições.

Este é um sinal da nossa pujança e do nosso crescimento rumo à vitória, só possível porque, é um facto que está à vista de todos e de todas, estamos Juntos pelo amor a Coimbra, Somos oito forças políticas unidas pela vontade e pelo sonho e com a competência e a determinação de desenvolver o concelho de Coimbra e projetá-lo para um futuro de qualidade, humanismo, progresso, tecnologia, criatividade, cultura, solidariedade e prosperidade sustentável. Queremos Coimbra, uma cidade amiga e respeitadora das pessoas, do ambiente e dos animais. Vamos renovar, inovar, refrescar e acelerar Coimbra. Vamos libertar o imenso potencial de Coimbra e da sua gente.


Naturalmente, não vamos elencar aqui as 112 medidas, elas ficam à disposição de todos para consulta. Todavia, enfatizamos que este programa tem um horizonte de oito anos e é um programa sempre aberto à contribuição da sociedade e à evolução das circunstâncias e que poderá receber novas ideias das pessoas e instituições com quem continuamos a desenvolver um intenso e profícuo diálogo. Por exemplo, tendo nós um capítulo dedicado às freguesias, onde descrevemos a forma construtiva e inovadora como queremos trabalhar com as Juntas de Freguesia, não incluímos no programa global as obras e os desígnios que apresentaremos no programa sectorial de cada freguesia e união de freguesias.


De igual modo, é por demais evidente que a visão que apresentamos em cada capítulo não se esgota nas medidas a seguir elencadas. Com a sinopse capitular que apresentamos, queremos mostrar o caminho que pretendemos seguir e demonstrar que sabemos como trilhar em segurança o caminho da qualidade da governação da Câmara e do desenvolvimento do concelho de Coimbra, não definir já as balizas estanques desse mesmo caminho.


O mais importante capítulo deste programa é o referente à nossa visão estratégica para o futuro de Coimbra, onde plasmámos a nossa alma e a nossa energia para governar e transformar Coimbra.

Se o povo de Coimbra quiser, a partir de outubro de 2021, o Presidente da Câmara de Coimbra será uma pessoa humanista, dialogante, afável, um profissional competente e com visão do mundo. A liderar uma extraordinária equipa, o presidente da Câmara assumir-se-á como um embaixador cultural e económico e um promotor da marca Coimbra, divulgando-a mediaticamente no mundo e promovendo ativamente a atração de investimento e o desenvolvimento do concelho.


A coligação Juntos Somos Coimbra conduzirá a transformação e revivificação de Coimbra enredando toda a cidade numa fervilhante filosofia CulTec, uma nova mentalidade estratégica, uma atitude proactiva e cosmopolita, aberta ao mundo, às pessoas, às artes, à cultura, à inovação, às novas ideias, ao investimento e ao empreendedorismo, assente na vontade de fazer a diferença em direção ao futuro para promover o desenvolvimento sustentável de Coimbra, numa aposta de modernização e desburocratização da Câmara e maximização da utilização de fundos europeus, gerando, amplificando e acelerando projetos e estímulos em todo o amplo espectro de competências da sociedade e das características distintivas de Coimbra, ouvindo e considerando os especialistas em todas as áreas, da cultura (cul) à tecnologia (tec).

Muitíssimo resumidamente, vamos desburocratizar, abrir e acelerar Câmara, reduzir as taxas urbanísticas, instituir uma via rápida para o investimento empresarial, fomentar a criação de milhares de empregos, elevar Coimbra à condição de metrópole digital e trabalhar em conjunto com as principais instituições do concelho, como a UC, o IPC e o CHUC, sem quaisquer complexos.


Vamos elaborar e aplicar um plano de transportes, mobilidade e acessibilidades a todo o concelho, reorganizar os SMTUC para melhor servir todos os munícipes, transformar Coimbra numa “cidade inteligente” e lutar por uma grande estação intermodal e pela Alta Velocidade a passar e parar em Coimbra.


Vamos construir dois grandes parques urbanos ao longo das duas margens do Mondego, com novas pontes pedonais e cicláveis, de lazer e prática desportiva, respeitando as galerias ripícolas, e construir uma piscina fluvial na margem esquerda.


Estaremos na linha da frente da prossecução do objetivo da neutralidade carbónica, da sustentabilidade, da defesa do ambiente, de elaboração de um plano de arborização e da economia circular.


Concretizaremos a descentralização, reforçaremos o gabinete de apoio às freguesias para acabar com obras atrasadas, triplicaremos o orçamento das Juntas, e iremos realizar reuniões do executivo camarário em todas as 18 freguesias e uniões de freguesias, com a participação do povo.


Vamos transformar Conselho Municipal da Cultura num parlamento da cultura em Coimbra com um presidente nomeado interpares, trabalhar para a Capital Europeia da Cultura em 2027, transformar o Pátio da Inquisição num polo vivo, diurno e noturno, cultura e artes, foco nas indústrias criativas, autonomizar a gestão e direção artística do Convento de São Francisco, trabalhar para candidatar o Fado de Coimbra, marca diferenciadora de Coimbra, a Património Cultural Imaterial da Humanidade. Vamos privilegiar a produção local de cultura.


Vamos elaborar um plano de recuperação e investimento na Alta, Baixa e Rua da Sofia, com estudo e preservação do património e proceder ao inventário patrimonial do concelho.

Vamos aplicar o conceito de ‘Saúde em todas as políticas camarárias’, vamos exigir do Governo a imediata construção da nova maternidade e lutar pela defesa do Hospital dos Covões, exigindo a definição da sua missão estratégica, autonomia de gestão, reabertura da sua urgência médico-cirúrgica 24h/dia, clínicas especializadas no seguimento do doente crónico, unidade de cirurgia do ambulatório, a reposição da generalidade das especialidades encerradas, em complementaridade com os HUC, e a publicação de um relatório com os resultados da fusão, nova e forte valência de geriatria.


Vamos trabalhar e divulgar a marca "Coimbra" e a oferta turística em torno das narrativas, património, religião e cultura que nos tornam únicos. Vamos criar o museu da História da Cidade.


Vamos ser uma cidade inclusiva e alargar o conceito de habitação social a todas as freguesias do concelho de Coimbra, sem guetos, e promover um forte investimento em habitação a custos controlados que permita fixar jovens no concelho.


Vamos tornar Coimbra um grande local para os jovens poderem expandir a sua energia e criatividade e concretizar as suas ideias, com sólidas oportunidades de emprego e condições propícias para construir um futuro de tod@s, em que a educação seja de grande qualidade e esteja ao alcance de todos.


Há cinco grandes problemas de Coimbra, que vamos resolver com este nosso programa:

· falta de investimento e de criação de emprego,

· perda acelerada de população jovem, por falta de emprego e habitação

· governação opaca, fechada, muito burocrática e com enormes atrasos, de anos.

· Degradação do centro histórico e do património mundial

· Ausência de estratégias de desenvolvimento como demonstrou o Censos 2021, em que Coimbra, mais uma vez, perdeu população, enquanto cidades como Aveiro, Leiria, Viseu e Braga cresceram.


Finalmente, não podemos deixar de recordar que quem realmente quiser um novo futuro para Coimbra, votará na coligação Juntos Somos Coimbra, única forma de efetivamente mudar, renovar, inovar e refrescar Coimbra. Cada abstenção ou voto noutras candidaturas será um voto que indiretamente contribuirá para o atual status quo e para a continuação do declínio de Coimbra.

Quero terminar agradecendo o enorme esforço e dedicação cívica de todas e todos os nossos candidatos e candidatas. A coligação Juntos Somos Coimbra só é possível graças a eles e a elas.


Vamos recolocar Coimbra no lugar que merece.
Connosco, Coimbra vai acelerar rumo ao futuro.
Connosco ninguém vai parar Coimbra.